Nunca me deram uma resposta

Por Suelen Lorianny

Ontem fui assistir novamente a algumas partes da palestra sobre comunicação e gênero e lembrei de uma pergunta que fiz no final do encontro e ficou sem resposta (como quase sempre). Quando questiono: “por que usar a mulher nas propagandas de cerveja? por que sempre somos as que vendem, servem ou ficam de enfeite no bar?” Nunca recebo uma resposta coerente e que justifique. Sempre ouço que a propaganda de cerveja tem os homens como público-alvo, que é isso que vende, que as mulheres chamam atenção. Pior ainda é ouvir que é isso que todos querem ver, afinal, passaram o dia todo trabalhando e quando chegam em casa, cansados, precisam ligar a televisão e assistir algo que os deixe animados. ÃN? Como assim? Não desconsidero o poder da mulher em animar um homem, óbvio que não. Assim como não desconsidero o inverso. Mas isso é justificativa? Continuo sem resposta. As mulheres não bebem cerveja também? Ou ainda precisamos aceitar que mulher que bebe e fuma é  “tão feio”?

Já vi propagandas extremamente machistas, mas não é só porque o machismo é implícito em outras que ele não existe. Ele continua ali, das formas mais sutis e divertidas. Então sejam elas extremas ou sutis, não importa, precisamos acabar com essas propagandas. É um insulto às mulheres também por sermos transformadas em pessoas artificiais nos cartazes, é fácil de enxergar todos os recursos “fotoshopados” no rosto, barriga, bunda e peitos da maioria das modelos.

Não existe uma razão lógica humana para usar os nossos corpos como objetos e produtos de venda com roteiros absurdos. E isso serve para os homens também. Afinal, quando um baixinho, bigodudo e gordinho aparece com uma loira gostosa ao lado, o que eles querem dizer é: ‘até você que não segue o padrão de beleza masculino consegue uma mulher assim’. Fora todo o processo ilusório de que junto a uma cerveja, vem de brinde várias mulheres ao redor.

Tenho amigos que insistem em dizer que sou exagerada, isso não me importa. No final, quando pergunto a eles: ‘você acharia legal a exposição da sua namorada, sua irmã nessas propagandas?’ A maioria me responde: ‘elas não fariam isso’. Ah, não?

Anúncios

Sobre Mulheres de Segunda

Duas mulheres com vontade de mudar a concepção de mulher na sociedade. O nosso site está aqui para esclarecer pequenas dúvidas e para caminhar na luta da liberdade feminina.
Esse post foi publicado em Machismo, Mídia, Mulher e Publicidade. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Nunca me deram uma resposta

  1. marcos antonio barbosa disse:

    Esta menina continua impossível!!!!!!! Mas faltou sua participação, pelo menos visível, nesta edição de MULHERES DE SEGUNDA, não é mesmo?

    Beijos.

    • Suelen disse:

      Oi pai! Obrigada por sempre passar por aqui. Vou considerar o “impossível” um lindo elogio! hehe. Não participei por não termos horário em comum para gravação e por novo formato do programa.
      Beijos!

  2. Thayssa disse:

    perfect…!! foi legal ler este texto agora que estou aqui no Canadá e tendo contato com diversas culturas. Eu moro com uma holandesa e num dia desses eu perguntei se ela queria sair pra beber uma cerveja algo assim…ela me respondeu “na Holanda quem costuma beber cerveja são os homens e não as mulheres…” isso acaba confirmando o programa de hoje sobre a diferenca de gênero em outros países, continentes…
    É claro que isso não responde sua pergunta, mas confirma o por quê de as propagandas utilizarem as mulheres como efeite de bar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s